Levantamento online aponta Lourencini e Dr. Tchello na liderança para prefeito em Mauá

0

Pré-candidatos do PSDB e do DEM são os mais citados pelos internautas consultados na cidade

Levantamento feito pela agência TwoUp via internet aponta uma disputa acirrada pela prefeitura de Mauá. Largam na frente os pré-candidatos Zé Lourencini (PSDB) e Dr. Tchello Pierro (DEM).

Realizado entre 8 e 13 de março, o levantamento online coloca na primeira posição o tucano Zé Lourencini, com 14,7% das menções. A surpresa fica para a segunda colocação, com o nome de Dr. Tchello Pierro, com 12,9% das intenções.

O médico está à frente de nomes conhecidos como da ex-deputada estadual Vanessa Damo (8,2%) e do atual prefeito Átila Jacomussi (9,9%). Também foram lembrados o vereador petista Marcelo Oliveira (8,5%) e o juiz João Verissimo (6%).

Sangue novo

O levantamento, que não é uma pesquisa oficial registrada no TSE e foi respondido por internautas da cidade, mostra um forte desejo pela renovação política de Mauá, com nomes que nunca passaram pelo executivo municipal.

Lourencini, por exemplo, é empresário do ramo de supermercados e, embora já tenha sido cotado como vice na chapa de Vanessa Damo (MDB), é a primeira vez que concorre como cabeça de chapa.

Já o Dr. Luiz Marcelo Pierro, popularmente chamado Tchello Pierro, é um conhecido médico da cidade, atuante no Hospital Municipal Radamés Nardini, sendo sua primeira disputa para a eleição do Executivo.

Por outro lado, nomes conhecidos da população estão sendo colocados de lado. O atual prefeito, Átila Jacomussi (PSB), chegou a ser cassado pela Justiça Eleitoral e se segura a duras penas no cargo.

Já a ex-deputada estadual Vanessa Damo teve seu mandato cassado em 2014, por fraudes cometidas na campanha municipal de 2012. A mãe de Vanessa, Alaíde Damo, é a atual vice-prefeita, que ocupou o executivo municipal interinamente quando das dificuldades de Jacomussi com a Justiça.

O levantamento online, inclusive, também aponta que o atual prefeito – por consequência, sua vice-prefeita – tem alta taxa de reprovação (63,8%). Daí a possibilidade de uma grande renovação no quadro político de Mauá.

#jornalrmsp #maua #eleicoes2020

Compartilhar:

Sobre o autor

Deixe um comentário